buildtoogle: Dicas para não desperdiçar dinheiro em Materiais de Construção

Na gestão e o controlo dos custos e gastos associados a uma obra a parcela dos materiais de construção é certamente das mais significativas, sendo óbvio dar importância às despesas associadas às matérias-primas para garantir uma boa execução financeira. Atenção: o preço de venda não deve ser o único critério a ter em consideração, há tantas formas num processo construtivo do barato sair caro… Porém, existem formas de conseguirmos poupar dinheiro, nomeadamente com:

1. Comprar Local

Os materiais importados são mais dispendiosos e por isso sugerimos que se escolham materiais da zona onde se vive para que não haja necessidade de virem de longe e terem custos acrescidos como o transporte ou até taxas que encarecem o preço do material.

Curiosidade:

Porque grande parte das casas nos EUA são de madeira? Um dos motivos é exatamente o facto desta matéria-prima ser a mais abundante neste local o que faz com que as casas sejam mais baratas!

2. Controlar quantidades

É necessário que haja um compromisso por parte da empresa de construção de forma a fazer um orçamento mais fechado possível, idealmente respondendo a um Mapa de Quantidades bem elaborado, fechado e acordado no processo de Negociação da Empreitada.  Para controlar os desperdícios é fundamental o acompanhamento e gestão por parte da equipa de fiscalização, e a experiência do empreiteiro também conta muito.

3. Conhecer os materiais

Não esquecer, aquando da escolha dos materiais para a construção, de ter em consideração a durabilidade, a robustez, a resistência, entre outras características particulares dos mesmos. Vale a pena optar por utilizar materiais de qualidade superior como a madeira, o betão ou tijolo. Bem como, e sendo uma boa prática, a utilização de materiais sustentáveis para que seja possível poupar no futuro e simultaneamente ter em conta a questão ambiental, o que pode garantir uma estabilidade e resistência a agentes químicos, físicos e biológicos, como humidade, luz, calor, micro-organismos, entre outros.

4. Contratar especialistas

Dá para fazer sem eles? Dá! Mas depois a fatura chega em formato de problema. É preferível contar arquitetos, engenheiros e outros profissionais do setor. É muito importante que no nosso orçamento haja espaço para investir em quem realmente consiga ajudar, tudo para que no futuro não haja surpresas.

Uma ideia final: Importa que a poupança não seja apenas no presente, mas também no futuro, boas escolhas hoje podem significar evitar gastos extra mais tarde!

Partilha

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

ENTRAR EM CONTACTO

Instituto Pedro Nunes
Rua Pedro Nunes, Edifício C
3030-199 Coimbra, Portugal

Telefone: +351 934567850
E-mail: mail@buildtoo.com